31 Dezembro de 2017

Perícia nega insalubridade, mas fábrica é condenada a pagar adicional

A Justiça do Trabalho condenou uma fábrica de calçados a pagar adicional de insalubridade em grau médio a uma funcionária que mantinha contato com solventes, mesmo com o laudo pericial concluindo que o trabalho não era insalubre.

Fonte: Conjur
Voltar
(51) 99756-3177